/Formação

28/mar/11 por Sergio Mendonça

Ciclo de vida e Imagem no Marketing Pessoal

Diego Rocha é publicitário, mestre em design e professor universitário.
FacebookTwitterPinterestEmail

Estudando Marketing, falamos sobre o ciclo de vida dos produtos e das marcas e entendemos que esses ciclos mimetizam o que se passa com seres vivos (somos concebidos, nascemos, crescemos, amadurecemos, envelhecemos e eventualmente morremos) pela perspectiva do mercado (planejamento, lançamento, expansão, equilíbrio, declínio e extinção). Metáforas que trazemos da vida para a mercadologia.

Me ocorreu, porém, que esse ciclo de “vida” se aplicaria também para seres “vivos”. Por mais que possa parecer óbvio, para mim não era! O público consumidor da uma “marca” pessoal (sejam os colegas de trabalho, família ou amigos) passam a enxergá-la (a partir de certo momento) em outro estágio do ciclo de vida… não mais na expansão, mas sim no equilíbrio, por exemplo (momento em que a pessoa "amadurece").

O mais interessante é que tudo o que o público espera é que a aparência da marca se torne condizente com o comportamento da marca, e isso nasce da relação entre pessoas. Quando criamos uma relação de respeito e confiança com determinada marca, esperamos que ela seja confiável e respeitável inclusive no campo visual.

Daí surge o marketing pessoal, a compreensão e o tratamento da imagem do indivíduo pelos princípios que aplicamos para gerir a imagem das corporações. É normal esperar que uma pessoa que “faz coisas de adulto” se vista “como um adulto” para que eu o trate “como um adulto” e confie nele “como um adulto” (assim ele será um adulto para mim).

É muito mais fácil nos relacionarmos com uma marca (pessoal ou institucional) quando existe uma coerência entre aparência, comportamento e seu momento no ciclo de vida, mesmo que essa coerência não seja justa, honesta ou mesmo elegante. Mas afinal, estamos lidando com pessoas, quem disse que seria uma luta justa? Na busca por uma vaga ou efetivação por uma empresa, por exemplo, a aparência condizente com essa posição é um diferencial para a escolha.

A lição que fica disso tudo é que pode haver (e muitas vezes há) uma diferença significativa entre a aparência de uma marca e sua essência, e quando lidamos com seres humanos essa discrepância envolve o respeito à diferença e à individualidade (que não devem nunca ser ameaçados). Quando entramos no mundo profissional, entretanto, precisamos construir nossa imagem de acordo com a forma que queremos ser percebidos. Essa imagem profissional não deve nunca ferir nossos princípios e crenças nem muito menos se basear em uma mentira, mas deve projetar nas roupas, posturas e comportamentos o reflexo de todo o nosso potencial, que só será alcançado com a abertura que nos será dada pelas pessoas que confiarem em nós (imagem gera confiança, que gera espaço, que gera nova imagem, que gera outro espaço e, assim, sucessiva e ciclicamente).

Tags relacionadas

Envie para um amigo

(Use a vírgula para informar mais de um endereço)

8

Comentários

  1. Autor:
    Fábio Vogeley
    Cidade:
    recife
    Estado:
    pe
    Data:
    28/mar/11
    Hora:
    14:33

    Oi Diego, to sempre aqui no gogojob procurando meu espaço com muita garra e determinação. Surpresa pra mim ter visto você escrevendo aqui, vim correndo ler. Muito bom o post. Abraços.

  2. Autor:
    Aline Menezes
    Cidade:
    Recife
    Estado:
    PE
    Data:
    28/mar/11
    Hora:
    20:36

    Diego Rocha, um dos melhores professores de Publicidade (ou quem sabe, "O Melhor") =D É que não quero desmerecer os outros... Mas Diego Rocha é 10!

  3. Autor:
    André Burgos
    Cidade:
    recife
    Estado:
    pe
    Data:
    29/mar/11
    Hora:
    13:45

    Grande Diego!
    Excelente professor, tanto em sala de aula como fora dela.
    Ótimo post.
    Abraço camarada.

  4. Autor:
    André Felipe L.
    Cidade:
    Recife
    Estado:
    PE
    Data:
    30/mar/11
    Hora:
    0:26

    sabias palavras do mestre!

  5. Autor:
    Tito
    Data:
    31/mar/11
    Hora:
    17:03

    diego por aqui e ainda falando sobre marketing q é minha paixão.

  6. Autor:
    Christoph Salazar
    Cidade:
    Recife
    Estado:
    PE
    Data:
    31/mar/11
    Hora:
    19:18

    Eu "hei" de concordar com a Aline, professor show de bola! Me orgulho de ter sido aluno dessa fera...
    Post muito atualizado e tema muito importante, estou vinvendo essa realidade de lutar para entrar e firmar o meu perfil publicitário no mercado.

  7. Autor:
    Iran
    Cidade:
    Recife
    Estado:
    PE
    Data:
    03/abr/11
    Hora:
    23:21

    Professor Diego, que surpresa encontrá-lo por aqui. De fato, você tem muita experiência para nos passar.

  8. Autor:
    Antenor Ferreira
    Cidade:
    Jaboatão dos Guararapes
    Estado:
    PE
    Data:
    05/abr/11
    Hora:
    16:57

    Ainda mais referência para criar uma base nesta vertente que abracei para minha carreira,o Marketing. obrigado pelas aulas!

/Outras Seções

/ Twitter @ GogoJob

"Diretor de Arte – Fortaleza http://t.co/GOCCGWC6l6 #GogoJob"
"Estágio em Direção de Arte – João Pessoa http://t.co/s5ZK9GaFU4 #GogoJob"
"Estágio em Redação – João Pessoa http://t.co/ZgQZFNK7io #GogoJob"
"Designer Gráfico – Recife http://t.co/0DKHnIFrp5 #GogoJob"
"Estágio em Redação – Recife http://t.co/JGh1zxBNOx #GogoJob"
"Confira as nossas últimas vagas - http://t.co/ycMdi5gyhz #GogoJob"
"Designer Gráfico – Recife http://t.co/ynPZ1zIkpD #GogoJob"
"Diretor de Arte Júnior – Recife http://t.co/n1lreZVRfh #GogoJob"
"Entrevista com Max Leal, publicitário paraibano que será homenageado em Gramado - http://t.co/wnWj9eybsr #GogoJob"

2004-2019 © Todos os direitos reservados Gogojob
Empregos e Formação Publicitária no Nordeste
Desenvolvido por Concepto Internet, utilizando o WordPress