/Formação

26/ago/11 por Vanessa Maciel

Qualidade em projetos digitais: encantamento real – Por Vanessa Maciel

FacebookTwitterPinterestEmail

No mercado de comunicação, toda demanda é para ontem. Quem trabalha com isso é acostumando com a pressão dos prazos e a cobrança por um resultado de qualidade. A discussão sobre prazo vs. qualidade é muito debatida – mas as soluções são colocadas em prática? Em um artigo para o Webinsider, Gilberto Alves Jr. explica que é comum ver o resultado do trabalho em muitas agências e produtoras ficar aquém da capacidade dos profissionais envolvidos por causa da pressa e da pressão.

Com um prazo curto e demandas atrasadas, a equipe pode entregar projetos bem-feitos?

Vamos imaginar que o projeto é a construção de um website, que envolve etapas complicadas de programação, de subir arquivos para o servidor, de revisão de conteúdo. Só com todas as áreas funcionando - e são muitos pontos a passarem por um check list! – é que se deve apresentar o projeto ao cliente.

Como muitos clientes estão acostumados com a rapidez da publicidade tradicional, costumam cobrar resultados mais rápidos. Quanto tempo leva para criar, produzir e veicular um outdoor? 5 dias? Já o projeto de um website com no mínimo 6 seções pode levar 40 dias para ser finalizado, pois passa por elaboração do projeto, criação de conteúdo e design, implementação do sistema etc. Dependendo da complexidade do sistema, pode levar até mais tempo.

O cliente já esperou todo esse prazo maior e, talvez, receber o projeto e encontrar erros seja um balde de água fria nas expectativas desse cliente em relação à sua empresa. Mas para que o site seja apresentado a esse cliente sem nenhum erro, é preciso testar, rever, testar e revisar. Para o cliente que contratou o serviço, qualquer erro é GRANDE.

Quando você supera as expectativas desse cliente, você tem a chance de encantá-lo. Quando o encanto acontece, você conquista o cliente – e um cliente conquistado pode ser um cliente fiel. Um cliente fiel confia em suas opiniões, vai te ver como um parceiro e recomendar seu serviço.

José Carlos de Araújo, gerente de projetos digitais, explica que ser imune a erros é algo muito difícil, porque existem erros que só são visualizados no dia-a-dia. “O que pode acontecer nos testes é minimizar a taxa de erros, mas ficar imune, não. Um exemplo são os softwares, como o sistema operacional Mac OS X Lion, lançado final de julho e que já teve uma atualização em agosto. A Apple disponibilizou o sistema para a equipe realizar testes e reportar bugs, mas ainda assim alguns erros passaram despercebidos e só foram encontrados depois do lançamento.”

Então, como entregar o projeto no prazo e sem erros?

>> Crie processos – tenha um projeto aprovado pelo cliente, tenha o design aprovado, tenha o conteúdo aprovado. O cliente que tem contato com o que vai ser inserido e que sabe como são as interfaces solicita menos alterações quando é apresentado ao projeto, já que ele acompanhou tudo e teve a chance de interferir e pedir alterações previamente.

>> Separe um tempo dentro do prazo para teste – 1 semana antes do prazo deve ser seu tempo de testar. A etapa de fazer já passou, separe esse tempo para revisar o código, checar as urls, rever o conteúdo e, quem sabe, fazer pequenos ajustes de layout.

>> Tenha a mente aberta – respeite sua equipe. Todo mundo erra, inclusive você. Se o erro foi seu, aceite e refaça da melhor forma que você pode. Se não souber fazer, busque ajuda. Estamos na era da colaboração!

----

Vanessa Maciel é publicitária com os dois pés no jornalismo. Faz pós-graduação em marketing digital e trabalhou como redatora publicitária. Hoje é gestora de conteúdo na Qualitare, agência de projetos web, além de colaborar com o GogoJob.

Tags relacionadas

Envie para um amigo

(Use a vírgula para informar mais de um endereço)

5

Comentários

  1. Autor:
    Daine Wood
    Cidade:
    João Pessoa
    Estado:
    PB
    Data:
    26/ago/11
    Hora:
    15:07

    Thumbs up, V! Esse post é um MUST READ pra grande parte das agências do Nordeste! Se essas dicas fossem seguidas, essa geração ia ter menos dores de cabeça!

  2. Autor:
    Clidenor Jr
    Cidade:
    João Pessoa
    Estado:
    Paraíba
    Data:
    26/ago/11
    Hora:
    16:16

    O texto fico ótimo é bem a visão de funcionário, e ilustra bem o dia do profissional de agência web, acredito que a visão do chefe também seja importante a ser discutida sobre tempo/qualidade/encantamento. Exemplo mais tempo para os projetos significa que precise a princípio receber menos jobs e consequentemente menos R$ para compensar, uma solução seria um aumento ( R$ ) no valor dos projetos, ai entra uma outro ponto de vista, agora, do consumidor será que ele suporta esse aumento, ou o mercado em que ele está inserido suporta esse aumento? Por isso, julgo a visão do chefe também ligada a produtividade/qualidade/tempo/encantamento.
    No mais, me identifiquei muito com o texto e parabéns.

  3. Autor:
    Hebe
    Cidade:
    João Pessoa
    Estado:
    pb
    Data:
    28/ago/11
    Hora:
    12:19

    Sei bem das dificuldades de agências digitais aqui no Nordeste, além de citado no texto, aposto na busca por um relacionamento mais próximo entre clientes e agência, de modo que estes possam de fato conchecer e entender os processos de uma campanha digital.
    Parabéns pelo texto.

  4. Autor:
    Tiago
    Cidade:
    João Pessoa
    Estado:
    PB
    Data:
    01/set/11
    Hora:
    13:35

    Texto muito bom, Vanessa!

    Uma prática que eu acrescentaria para promover qualidade nos projetos digitais é que haja uma participação efetiva de representantes da equipe técnica no levantamento de requisitos com o cliente e, até mesmo, na negociação de todo tipo de contrato e no planejamento estratégico da empresa. Essa participação técnica nos negócios, muito recomendada pelos autores da área de Governança de TI, evita disparidades entre as decisões estratégicas e as reais capacidades da equipe. Certamente é algo que falta nas agências do nordeste e que as ajudaria a se "queimar" menos com os clientes.

    Parabéns pelo texto! Beijos!

  5. Autor:
    Gabriela Lima
    Cidade:
    João Pessoa
    Estado:
    PB
    Data:
    15/set/11
    Hora:
    9:36

    Muito bom o texto e a visão Vanessa. Se perde muito por não apresentar o processo para o cliente.

/Outras Seções

/ Twitter @ GogoJob

"Diretor de Arte – Fortaleza http://t.co/GOCCGWC6l6 #GogoJob"
"Estágio em Direção de Arte – João Pessoa http://t.co/s5ZK9GaFU4 #GogoJob"
"Estágio em Redação – João Pessoa http://t.co/ZgQZFNK7io #GogoJob"
"Designer Gráfico – Recife http://t.co/0DKHnIFrp5 #GogoJob"
"Estágio em Redação – Recife http://t.co/JGh1zxBNOx #GogoJob"
"Confira as nossas últimas vagas - http://t.co/ycMdi5gyhz #GogoJob"
"Designer Gráfico – Recife http://t.co/ynPZ1zIkpD #GogoJob"
"Diretor de Arte Júnior – Recife http://t.co/n1lreZVRfh #GogoJob"
"Entrevista com Max Leal, publicitário paraibano que será homenageado em Gramado - http://t.co/wnWj9eybsr #GogoJob"

2004-2019 © Todos os direitos reservados Gogojob
Empregos e Formação Publicitária no Nordeste
Desenvolvido por Concepto Internet, utilizando o WordPress