/Formação

24/jul/12 por Bob Ferraz

Saindo da zona de conforto – Por Serginho Aires

FacebookTwitterPinterestEmail

Esses dias li um texto do Nizan que dizia: "Tão importante quanto inventar-se é reinventar-se. Eu era gordo, fiquei magro. Era criativo, virei empreendedor." Eu me identifiquei na hora, especialmente com a parte “eu era gordo“.

Comecei a trabalhar com publicidade em 2006. Sempre na área de criação; sempre gordo. Fui redator de algumas agências de João Pessoa, Recife e Maputo, capital de Moçambique.

Lá na África, trabalhei na DDB de Moçambique e, durante 4 meses, nosso horário era das 9h às 00h. Era o auge da época em que os publicitários acreditavam que trabalhar muito era sinônimo de competência. Foi quando aprendi a ser redator, atendimento e planejamento. A falta de mão de obra fazia com que a gente acumulasse funções. Pra um jovem de 22 anos recém-formado, isso era uma overdose de aprendizado.

Voltei pro Brasil em 2010 e comecei a trabalhar onde trabalho hoje: na Sin Comunicação. Comecei como coordenador de criação. Na prática, eu era um redator que conversava com a equipe quando o diretor de criação tinha dificuldades.  Depois de muitas campanhas criadas, entendi o que agradava os clientes e comecei a me acomodar. Entrei numa zona de conforto perigosa: aquela que a gente só faz o feijão com arroz, pois sabe que vai ser aprovado, e fica esperando o salário cair na conta.

De tanto me acomodar, comecei a me incomodar e a questionar se aquilo era o que faria pro resto da vida. Não entrava na minha cabeça a imagem do meu futuro filho mostrando uma propaganda pros amiguinhos dizendo “meu pai faz isso“. Isso durou até o dia que decidi ser atendimento. Conversei com o diretor de criação, com a diretora de atendimento, com o dono da agência e tomei a decisão. O processo de transição foi tranquilo, pois eu atendia muitos clientes na época da DDB e na própria Sin, apresentando campanhas.

A primeira coisa que fiz quando virei atendimento foi visitar nossos clientes. Passei o dia numa construtora e, chegando lá, percebi que eles tinham um galpão enorme nos fundos e usavam para, ao invés de guardar material de construção, guardar material de comunicação: panfletos, flyers, mobiles e folders que sobravam.

Em seguida, visitei as obras de 3 empreendimentos. Lá, percebi que os corretores não tinham motivação pra trabalhar. Voltei pra agência, fiz uma espécie de relatório e concluí: nosso cliente está jogando dinheiro fora. Investia pesadamente em TV, jornal e panfleto. Zero de internet, zero de endomarketing, zero de incentivos para os corretores, zero de pós-venda. Resultado: obras concluídas, mas com 30-40% de unidades à venda.

Os empreendimentos eram tão divulgados na TV que as pessoas começaram a pensar: “faz 6 meses que vejo a propaganda desse prédio. Deve ter algo errado com ele“. A partir daí, começamos a nos reunir para pensar numa forma de solucionar aquilo. E é óbvio que isso não se resolve com um título, com um filme bem dirigido ou com um panfleto criativo. Isso se resolve expondo e mexendo na ferida.

Foi isso que fizemos: chamamos nosso cliente e, literalmente, dissemos que quem estava lucrando com a comunicação dele eram as TVs, os jornais e nós, agência. Apresentamos um planejamento de comunicação e um redirecionamento de verba. Foi dessa forma que comecei a entender melhor meu trabalho e, instantaneamente, passei de atendimento para planejamento.

A lição que tirei é simples: mudar faz bem.

Sair da zona de conforto é a melhor coisa que a gente pode fazer pro nosso bem-estar, pro nosso cérebro e, consequentemente, pro nosso bolso.

O mundo tá cheio de reclamadores. Gente acomodada que prefere dizer que “as coisas seriam melhores se“, ao invés de abraçar a coragem e promover a mudança que tanto deseja.

Hoje me sinto mais desafiado, menos sabichão e 15 kg mais magro.

Serginho Aires é planejamento na agência Sin Comunicação (João Pessoa-PB)

Tags relacionadas

Envie para um amigo

(Use a vírgula para informar mais de um endereço)

14

Comentários

  1. Autor:
    lenilson lima
    Cidade:
    Recife
    Estado:
    Pernambuco
    Data:
    24/jul/12
    Hora:
    14:48

    Taí algo de que não tenho dúvida: mudar é uma constante na vida de pessoas talentosas. A criação perdeu um redator mas ganhou um planejador criativo e talentoso :)

  2. Autor:
    Damião Vieira
    Cidade:
    João Pessoa
    Estado:
    PB
    Data:
    24/jul/12
    Hora:
    15:08

    Muito bom cara, gostei da leitura e da sua forma de mostrar sua opnião.

  3. Autor:
    João Faissal
    Data:
    24/jul/12
    Hora:
    15:12

    Isso é um caba bom! Mandou bem demais, Serginho! Boa sorte na empreitada!

  4. Autor:
    Seu Lima
    Cidade:
    João Pessoa
    Estado:
    Paraíba
    Data:
    24/jul/12
    Hora:
    15:17

    Estou deixando o bigode crescer de novo. Acho que dessa vez vai.

  5. Autor:
    Ricardo Oliveira
    Cidade:
    João Pessoa
    Estado:
    Paraiba
    Data:
    24/jul/12
    Hora:
    15:29

    Sérgio, Sérgio...as pessoas querem ficar dentro da caixa. Porque tem almofada, suquinho, vida mansa. Pra que se arriscar?

    Parabéns, textão.

  6. Autor:
    Rodrigo Tavares
    Cidade:
    Salvador
    Estado:
    BA
    Data:
    24/jul/12
    Hora:
    17:32

    Vem me amar!
    =D
    -Brinks!

  7. Autor:
    Moisés
    Cidade:
    São Luís
    Estado:
    MA
    Data:
    25/jul/12
    Hora:
    9:03

    Grande texto, grande exemplo, parabéns Sérgio.
    Todos nós temos que mudar as vezes para nos tornarmos profissionais e pessoas melhores.

  8. Autor:
    Clara
    Cidade:
    OLINDA
    Estado:
    Pernambuco
    Data:
    26/jul/12
    Hora:
    11:01

    ótimo texto, ainda mais pra quem tá começando na área é bom saber que mudar não morde :)) Boa caminhada Sergio!

  9. Autor:
    Patrícia Aquarelli
    Cidade:
    Maputo
    Estado:
    Moçambique
    Data:
    26/jul/12
    Hora:
    14:27

    Oi Sérginho achei o texto muito genuíno, é isto mesmo um planner tem que estar sempre em movimento e atento tudo que está a sua volta...a DDB é uma grande escola ou melhor África é um mestrado em todas as áreas seja profissional ou pessoal. Ficamos literalmente mais preparados para o mundo. Boa sorte nesta nova fase! Beijos. Paty

  10. Autor:
    Paulo Miguel
    Cidade:
    Natal
    Estado:
    RN
    Data:
    26/jul/12
    Hora:
    15:13

    Muito bom o texto. Realmente você tirou as palavras da minha boca, pois INOVAR é bom, mas RENOVAR é necessário. Parabéns!

  11. Autor:
    Flavia Rocha
    Cidade:
    Joao Pessoa
    Estado:
    PB
    Data:
    27/jul/12
    Hora:
    20:50

    Serginho, voce é o cara!
    Orgulho em trabalhar contigo.
    Abçs

  12. Autor:
    Thiago
    Cidade:
    Recife
    Estado:
    PE
    Data:
    10/ago/12
    Hora:
    17:09

    Sinto-me exatamente como você cara, muito obrigado, seu texto era tudo que eu precisava era nesse momento.

  13. Autor:
    Marcella Smith
    Cidade:
    MACEIÓ
    Estado:
    AL
    Data:
    23/ago/12
    Hora:
    12:43

    Tem coisas que a gente precisa ler e trazer pra nossa vida. Preciso fazer isso. Tenho que ter essa coragem... Parabéns!!

  14. Autor:
    Lamak Martins
    Cidade:
    João Pessoa
    Estado:
    PB
    Data:
    05/set/12
    Hora:
    10:25

    Muito bom! Mandou muito bem!

/Outras Seções

/ Twitter @ GogoJob

"Diretor de Arte – Fortaleza http://t.co/GOCCGWC6l6 #GogoJob"
"Estágio em Direção de Arte – João Pessoa http://t.co/s5ZK9GaFU4 #GogoJob"
"Estágio em Redação – João Pessoa http://t.co/ZgQZFNK7io #GogoJob"
"Designer Gráfico – Recife http://t.co/0DKHnIFrp5 #GogoJob"
"Estágio em Redação – Recife http://t.co/JGh1zxBNOx #GogoJob"
"Confira as nossas últimas vagas - http://t.co/ycMdi5gyhz #GogoJob"
"Designer Gráfico – Recife http://t.co/ynPZ1zIkpD #GogoJob"
"Diretor de Arte Júnior – Recife http://t.co/n1lreZVRfh #GogoJob"
"Entrevista com Max Leal, publicitário paraibano que será homenageado em Gramado - http://t.co/wnWj9eybsr #GogoJob"

2004-2019 © Todos os direitos reservados Gogojob
Empregos e Formação Publicitária no Nordeste
Desenvolvido por Concepto Internet, utilizando o WordPress